sete dias sem medo da notícia
Ciro reafirma estratégia de Temer ao espionar ministro e perseguir adversários
(Yuri Salvador - UNE)
Por : Redação CN7
17/06/17 9:56

O pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT), afirmou ser improvável que o presidente Michel Temer (PMDB) não conclua o mandato. A declaração foi feita durante o Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) em Belo Horizonte.

“Ele representa organizadamente o centro do poder real no Brasil e está fazendo o que pode e o que não pode. Eu o conheco, ele não tem escrúpulos, é um grande canalha. Está espionando o ministro do Supremo com a Abin, está perseguindo adversários e isso está funcionando”, disse.

Ciro ainda se posicionou contrário a uma nova candidatura do ex-presidente Lula. “Na hora que ele entrar, o Brasil se divide numa reflexão odienta e apaixonada”. Ciro responsabilizou Lula por ter colocado Temer na linha de sucessão e por ter indicado Dilma Rousseff, “uma pessoa sem experiência e que acabou se vulnerando a esse golpe”. “Porque [Lula] ficou tão poderoso, que não ouviu mais ninguém”, completou.

LINKS PATROCINADOS