sete dias sem medo da notícia
Padre é suspenso pela Igreja após ser denunciado por assediar um adolescente
Padre Raimundo está proibido pela Arquidiocese de praticar qualquer ato sacerdotal
Por : Redação CN7
07/06/17 12:48

O ex-pároco da cidade de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, e que havia sido transferido para a Igreja do Conjunto Ceará, na zona Sul da Capital, foi suspenso de suas atividades sacerdotais por ordem da Arquidiocese de Fortaleza. Ele é suspeito de praticar asseio moral e sexual contra um jovem de 17 anos. O escândalo foi parar  na cúpula da Igreja Católica no Ceará após o garoto, um adolescente de 17 anos, expor a situação vexatória em um programa de televisão.

O padre Raimundo Nonato da Silva, 62 anos, ordenado a cerca de 40 anos, assumiu a Paróquia do Conjunto Ceará em março deste ano, tendo como uma das suas primeiras atividades naquela igreja preparar as celebrações e festejos alusivos à São José, padroeiro do Ceará.  Foi nesta ocasião que teria conhecido o adolescente de 17 anos, que já prestava serviços à paróquia, como operador de som.  O rapaz diz ter ido ao encontro do religioso com a proposta de continuar na mesma função, trabalhando na igreja do bairro onde também mora.

Em seu relato, o menor disse também que, a partir daquele momento, passou a ser assediado pelo padre. “Ele ficou dando em cima de mim, me oferecendo presentes, me oferecendo até dinheiro. Ficou o tempo inteiro dando em cima de mim, não suportei e disse que não iria aceitar aquilo. Foi muito difícil”.

A denúncia chegou ao conhecimento da Arquidiocese de Fortaleza. O resultado disso é que o religioso foi suspenso de praticar qualquer atividade sacra. O caso poderá, também, ser investigado pelas autoridades policiais e do Juizado da Infância e da Adolescência de Fortaleza.

LINKS PATROCINADOS