sete dias sem medo da notícia
Balhmann, Ronaldo Martins, Moroni e Raimundo Matos citados em delação da JBS
Por : Redação CN7
23/05/17 19:06

Os deputados federais Ronaldo Martins (PRB), Antonio Balhmann (PDT) – licenciado – e Raimundo Gomes de Matos (PSDB), além do vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan (DEM) e foram citados na delação da JBS e figuram em levantamento feito pelo G1.

Ronaldo Martins é acusado, na delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, de receber R$ 500 mil em propina durante a campanha de 2014. O dinheiro faz parte dos R$ 10,2 milhões injetados pela empresa a pedido do ex-governador Cid Gomes (PDT).

Antonio Balhmann é acusado por Wesley e Joesley de ter procurado os irmãos a pedido de Cid Gomes para oferecer a liberação da integralidade dos créditos de ICMS da JBS no Ceará em troca de R$ 20 milhões em propina destinada à campanha eleitral. Balhmann, além de atuar como operador de Cid, recebeu R4 1,6 milhão em propina dissimulada por meio de doação oficial.

Ronaldo Gomes de Matos é acusado de receber R$ 100 mil em espécie em outubro de 2014, mês em que ocorreu a votação nas eleições naquele ano. Já Moroni Torgan, que abandonou o cargo na Câmara dos Deputados para assumir a vice-prefeitura, recebeu R$ 500 mil para a sua campanha em 2014. A verba também faz parte dos R$ 10,2 milhões liberadores pela JBS a pedido de Cid.

  

LINKS PATROCINADOS