sete dias sem medo da notícia
Fachin remove sigilo da delação e gravação contra Temer é liberada
Edson Fachin
Por : Redação CN7
18/05/17 19:05

O ministro Edson FAchin, responsável pela Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quinta-feira (18), tirar o sigilo de parte do material fornecido pelos delatores da JBS, que contém as gravações com o presidente Michel Temer (PMDB) dando aval para a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha.

Confira a conversa entre Joesley Batista, da JBL, e o presidente Michel Temer:

Além do presidente Temer, o senador afastado Aécio Neves (PSDB) também foi gravemente afetado. O tucano foi acusado na delação de R$ 2 milhões em propina para pagar a defesa nos inquéritos da Lava Jato.

No entanto parte do material seguirá sob sigilo para não comprometer as investigações. Segundo o ministro, ainda há empresários e políticos importantes sob investigação. A Procuradoria-geral da Rep´blica alega ainda que poderá anlar benefícios de colaboradores, porque não terem sido completamente honestos na delação.

LINKS PATROCINADOS